A agricultura, por muitas vezes, é apontada como grande vilã do meio ambiente. Mas, com o uso de tecnologia verde para a captação de águas da chuva, abre-se uma nova visão para o setor! Entenda como reúso de água na agricultura pode ajudar o setor.

reúso de água na agricultura  – irrigação com reuso de água

O uso de energias renováveis e reúso de água no campo muitas vezes aparecem como temas de destaque no setor agrícola. Isso porque os instrumentos que captam energia solar e reutilizam água são alternativas sustentáveis e inteligentes, que ajudam a economizar nos gastos entre uma colheita e outra.

Historicamente, essas técnicas são mais comuns entre pequenos produtores. Porém, o que vem chamando a atenção nos últimos anos é que grandes produtores e fazendeiros também vêm demonstrando interesse em fazer uso de sistemas renováveis e inteligentes no dia a dia de grandes produções.

Além de gerar uma economia no fluxo de caixa, investir em sistemas de tratamento e captação de água da chuva ajuda a minimizar os impactos nocivos ao meio ambiente que grandes plantações e pastos causam ao meio ambiente. No final, o benefício vem em dobro, e tanto o bolso como o planeta agradecem. 

Se você se interessou por essas possibilidades do reúso de água, deve estar se perguntando como ele pode ser de fato aplicado ao setor agrícola e o que é necessário para aderir e impulsionar a agricultura sustentável no Brasil. Vamos descobrir?


O QUE É PRECISO PARA INICIAR UM SISTEMA DE REÚSO DE ÁGUA NA AGRICULTURA?

Primeiro, é necessário compreender quando o reúso de água é favorável para o setor agrícola. Quando falamos desse tipo de indústria, não é possível aplicar para a irrigação de plantações, por exemplo, águas que – apesar de tratadas – são impróprias para o consumo. Por águas impróprias, entende-se aquelas que contêm metais pesados e partículas capazes de contaminar o solo e, consequentemente, toda e qualquer fonte vegetal que dele brotar.

É preciso conhecer bem a origem do esgoto que será utilizado e tratado antes de colocar em prática a técnica de reúso de água na lavoura. Nesse caso, indica-se que as lavouras optantes por este tipo de recurso sejam aquelas cujo produto final ainda irá passar por algum tipo de processo industrial: cana de açúcar, arroz, feijão, café entre outros. 

Para alimentos que são colhidos e consumidos in naturam não é indicado o uso de água de reúso proveniente de esgoto. Por mais que a água seja devidamente tratada, mantendo os nutrientes necessários para irrigar o solo, microrganismos nocivos à saúde podem permanecer nela e prejudicar todo o trabalho e um ano inteiro.

Por tais razões, o armazenamento de águas da chuva torna-se um recurso mais favorável para produtores que cultivam lavouras de alimentos que serão consumidos frescos. O reúso de água fluvial é um dos sistemas mais eficientes e viáveis, especialmente para quem vive nas regiões mais ao sul do país, onde há chuva em abundância. Com essa técnica, pode-se manter a produção durante todo o ano, mesmo em épocas de estiagem.

Armazenar, tratar e usar um recurso que chega até você de forma gratuita e em abundância é inovar, mas sem perder o foco naquilo que verdadeiramente importa: a qualidade do produto trabalhado, a saúde do solo e, o mais importante, dar um respiro para os reservatórios.


AGRICULTURA VERDE: POR QUE O REÚSO DE ÁGUA É UMA OPÇÃO FAVORÁVEL PARA A AGRICULTURA?

A chamada agricultura de irrigação é um dos setores mais preocupantes que temos atualmente no Brasil. Isso ocorre porque ele é responsável por uma área de mais 30 milhões de hectares e, segundo a ANA (Agência Nacional de Águas), é o setor que mais consome água no país.

reúso de água na agricultura – sistema de irrigação

Em tempos de escassez desse bem tão fundamental para a vida humana, profissionais ligados tanto às áreas específicas da agricultura, como engenheiros que atuam com o desenvolvimento de novas tecnologias, buscam alternativas para minimizar o gasto excessivo de água nos campos de agricultura de irrigação.

Ao longo dos anos, o gasto de água nesse setor vem causando grandes problemas aos recursos hídricos nas zonas rurais e locais, onde a agricultura é o carro chefe econômico. Ao contrário do que um dia pode ter sido ser pensado, a água não é um bem renovável e inesgotável.

Quando retiramos grandes volumes desse recurso da natureza e na sequência o descartamos sem planejamento prévio, acabamos por condenar toda uma população a conviver com a escassez. Os impactos naturais e sociais que o uso descabido de água provocam é um dos principais fatores que torna a agricultura um dos grandes vilões ambientais da atualidade.

O investimento em tecnologia que promova o reúso de água tanto em fazendas particulares como para produtores é uma maneira de economizar água, mas também de minimizar os danos que essa atividade causa no âmbito socioambiental, além, claro da economia financeira ligada diretamente com o abastecimento de água tradicional.

Além disso, o reúso de água é uma garantia – em muitos casos – de cultivo o ano inteiro, sem a necessidade de pausas em períodos críticos onde o volume de chuva reduzido faz com que haja necessidade emergencial de reduzir o consumo de água potável. 

Mas será que o sistema de reúso de água pode ser aplicado a todos?


PEQUENOS, MÉDIOS E GRANDES: SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA DA CHUVA BENEFICIA PRODUTORES DE TODOS OS PORTES!

Não importa o tamanho da fazenda ou a qual porte pertença o produtor rural, o sistema de captação, armazenamento, limpeza e reúso de água é benéfico para todos que atuam no setor agrícola.

A economia de água poderá ser sentida já nos primeiros meses, por meio da redução de custos com a conta do serviço. Isso por si só já é um ponto favorável, mas o investimento vai muito além.

A agricultura verde ou agricultura do bem é uma denominação que ao longo dos anos vem  ganhando força, incentivo e admiradores. Ser classificado como um produtor consciente e preocupado com a natureza é um ótimo marketing e pode alavancar as vendas das colheitas.

reúso de água na agricultura – Captação de água para agricultura

Se destacar em uma área tão competitiva e muitas vezes tão difícil para pequenos e médios produtores é um grande passo que pode impulsionar um negócio de maneira inteligente e consciente. Além de ganhar espaço entre a concorrência e apoio dos defensores da preservação do meio ambiente, usar recursos hídricos de reúso pode incentivar outros produtores e fazendeiros a agir de maneira igual, formando uma corrente positiva.

Será que investir em um sistema de reúso de água demanda de muitos recursos ou maquinário?


O QUE É PRECISO PARA INICIAR UM SISTEMA DE REÚSO DE ÁGUA NA AGRICULTURA?

Primeiramente é necessário analisar uma série de fatores que podem influenciar no tipo de sistema a ser adotado. Por isso, é fundamental que seja contratado uma empresa especializada na programação, desenvolvimento, instalação e manutenção de sistemas para reúso de água.

Com profissionais especializados, será possível determinar como o sistema irá funcionar, definir sua capacidade de uso, o tamanho da cisterna para armazenar a água que será utilizada e, claro, para cada situação o que será mais indicado: usar um sistema misto (tratamento de água de esgoto e captação da água da chuva) ou se apenas um dos métodos se fará eficaz.

O sistema para o reúso de água de esgoto – muitas vezes oriundas de outros setores da propriedade – irá basicamente realizar a captação preliminar do líquido, separar as impurezas, fazer o tratamento químico e, por fim, armazenar a água já devidamente tratada.

Já a água armazenada da chuva fica em uma espécie de cisterna de contenção e pode ser usada para a irrigação do solo por meio da técnica de gotejamento – que vai regando o solo e as plantações pouco a pouco e continuamente.


A ÁGUA DE REÚSO NA AGRICULTURA BRASILEIRA

No Brasil, todo e qualquer sistema de reúso de água deve obrigatoriamente seguir a Resolução 54 (datada do ano de 2005). Nela, descrevem-se todos os critérios essenciais para o uso de água de reúso não potável nos mais diferentes nichos de atuação.

O reúso de água na agricultura é uma prática que está se espalhando por todo o mundo. Ela traz consigo vantagens tanto para os produtores como para a sociedade e o meio ambiente. No final, todos saem ganhando com essa prática: o produtor economiza recursos financeiros com o gasto de água, a sociedade torna-se mais consciente e não sofre com racionamentos e o meio ambiente consegue ter seus recursos naturais preservados.

No setor agrícola e em fazendas, mais do que poupar água potável o sistema de reúso de água ganha um superpoder: ser ecologicamente correto, caminhar junto com a preservação dos recursos naturais e barrar os impactos nocivos que o setor acaba causando.

E, então, você conhece algum sistema de reúso de água em uso para fins agrícolas que atingiu bons resultados e quer compartilhar conosco? Deixe um comentário contando a sua experiência!